Lyrics songs by Banzo de Senzala

Música Banzo de Senzala

La música es un eco del mundo invisible.

Ai ai Aide

Ai ai Aide
Joga bonito que eu quero ver

Ai ai Aide
joga bonito que eu quero aprender

Ai ai Aide

 

Camujerê

Camujerê como tá como tá
Camujerê
Como vai vosmecê
Camujerê
Eu vou bem de saúde
Camujerê
Para mim é um prazer

Camujerê

 

Cajuê

Vou manda leco
Cajuê
vou manda loia
Cajuê
Lecô, leco
Cajuê
Lecô, loiá

Cajuê

 

Dona Maria do Camboatá

Dona Maria do Camboatá
Ela chega na venda e manda botá
Dona Maria do Camboatá
Ela chega na venda e da salto mortá
Dona Maria do Camboatá
É do Camboatá é do Camboatá
Dona Maria do Camboatá

 


Dona Maria como vai você

Vai você , vai você
Dona Maria como vai você
Joga bonito que meu mestre quer ver

Dona Maria como vai você
Joga denovo que eu quero aprender

Dona Maria como vai você

Gunga é meu

Gunga é meu, gunga é meu
Gunga é meu foi meu pai quem me deu
Gunga é meu, gunga é meu
Gunga é meu foi meu pai quem me deu
Gunga é meu, gunga é meu

 

Cajuê

Vou manda leco
Cajuê
vou manda loia
Cajuê
Lecô, leco
Cajuê
Lecô, loiá

Cajuê

 

Dona Maria do Camboatá

Dona Maria do Camboatá
Ela chega na venda e manda botá
Dona Maria do Camboatá
Ela chega na venda e da salto mortá
Dona Maria do Camboatá
É do Camboatá é do Camboatá
Dona Maria do Camboatá

 


Tum tum tum

Ee e tum tum tum
Olha a pisada de Lampiao
Ee e tum tum tum
Vou me mebora desta terra
Ee e tum tum tum
Hoje tem amanha não
Ee e tum tum tum

Jogo de dentro, jogo de fora

Jogo de dentro, jogo de fora
jogo bonito é o jogo de Angola
Jogo de dentro, jogo de fora
valha-me Deus e Nossa Senhora
Jogo de dentro, jogo de fora

 

Apanha a laranja no chão Tico-Tico

Apanha a laranja no chão Tico-Tico
se meu amor for embora eu não fico
Apanha a laranja no chão Tico-Tico
apanha com a mão , com o pé ou com o bico
Apanha a laranja no chão Tico-Tico
sua saia é de renda ou de bico
Apanha a laranja no chão Tico-Tico

 

Dona Maria do Camboatá

Dona Maria do Camboatá
Ela chega na venda e manda botá
Dona Maria do Camboatá
Ela chega na venda e da salto mortá
Dona Maria do Camboatá
É do Camboatá é do Camboatá
Dona Maria do Camboatá

 


To dormindo to sonhando

Mas to dormindo to sonhando, tão falando mal de mim
to dormindo to sonhando
Na roda de Capoeira
to dormindo to sonhando
Agora vou acordar
to dormindo to sonhando

Oi sim, sim, sim, Oi não, não, não

Oi sim, sim, sim, Oi não, não, não
Oi sim, sim, sim, Oi não, não, não
Mas hoje tem amanhã não, mas hoje tem amanha não
Oi sim, sim, sim, Oi não, não, não

Venci a batalha de Camugere

Ee ee, eu venci a batalha de Camugere
Eh eh eeh
eu venci a batalha eu nao posso morrer
Eh eh eeh

 

A banananeira caiu

Mas o facão bateu em baixo, comadre
A banananeira caiu
Mas o facao bateu em baixo, compadre
A bananeira caiu
Cai, cai, cai bananeira
A bananeira caiu
Cai, cai, cai, cai, cai bananeira
A bananeira caiu

 


Bentivi botô

Bentivi botô gameleira no chão
Bentivi botô
Gameleira no chão
Botô botô
Gameleira no chão

A pomba voóu

A pomba voóu, a pomba voóu
A pomba voóu, gavião pegou
A pomba voóu, a pomba voóu
A pomba voóu, gavião pegou
A pomba voóu, a pomba voóu

Santa Maria mãe de Deus

Santa Maria mãe de Deus
Eu cheguei na igreja e me confessei
Santa Maria mãe de Deus
Eu cheguei na igreja e me confessei
Santa Maria mãe de Deus
Eu cheguei na igreja e me ajoelhei
Santa Maria mãe de Deus

Santo Antônio é protetor

Santo Antônio é protetor
Da barquinha de Noé
Santo Antônio é protetor
Cariri boca da areia
Santo Antônio é protetor
Protetor da Capoeira
Santo Antônio é protetor


Valha-me Deus, Senhor São Bento

Valha-me Deus, Senhor São Bento
Vou cantar meu Barravento
Valha-me Deus, Senhor São Bento
Buraco Velho tem cobra dentro
Valha-me Deus, Senhor São Bento
Vou Botar meu barco a vento
Valha-me Deus, Senhor São Bento

Eu pisei na cobra verde

Eu pisei na cobra verde
Cobra verde e ao bom sinal
Bom sinal, bom sinal
Cobra verde e ao bom sinal
Bom sinal, bom sinal
Cobra verde e ao bom sinal

Bom Jesus Da Lapa

Bom Jesus da Lapa ê,
Bom Jesus da Lapa á
Bom Jesus da Lapa ê,
Bom Jesus da Lapa á

Caima caima

Onde vai Caima
Caima, Caima
Onde vai Caima
Vou pra ilha de maré
Onde vai Caima


Meu barco virou

Meu barco virou la no meio do mar
Si nao fosse angoleiro, colega meu, eu nao tinha saido de la
Meu barco virou la no meio do mar

Meu barco virou

Meu barco virou la no meio do mar
Si nao fosse angoleiro, colega meu, eu nao tinha saido de la
Meu barco virou la no meio do mar

Tem Dendê

Tem Dendê, tem Dendê
No jogo de Angola tem Dendê
Tem Dendê, tem Dendê
No jogo de dentro tem Dendê
Tem Dendê, tem Dendê

Uma volta so

Oi ia ia mandou da
Uma volta so
O que volta danada
Uma volta so
O me leve, o me volta
Uma volta so
O que volta ligeira
Uma volta so


Vou vadiar (Mestre Liminha)

Vou vadiar, vou vadiar
Vou vadiar nesta roda, vou vadiar
Vou vadiar, vou vadiar
Vou vadiar nesta roda, vou vadiar
Com meu berimbau
Vou vadiar
Com meu pandeiro
Vou vadiar

No olho divino do Pastinha (Mestre Ediandro)

Cada Mestre tem um don
Cada Mestre tem um don
De ver a onde ninguem ver
Mestre Pastinha foi um
Que viu antes de voce

No olho divino do Pastinha
Eu vi um angoleiro vadiar, olha eu vi
No olho divino do Pastinha
Eu vi um angoleiro vadiar, olha eu vi

Tem Dendê

Tem Dendê, tem Dendê
No jogo de Angola tem Dendê
Tem Dendê, tem Dendê
No jogo de dentro tem Dendê
Tem Dendê, tem Dendê

Esse homem é valente

Esse homem é valente
Sei sim sinhô
Esse homem é valente
Sei sim sinhô
Ele está com a navalha
Sei sim sinhô
Ele vai lhe cortar
Sei sim sinhô
Ele vai te pegá
Sei sim sinhô
Cuidado com ele
Sei sim sinhô


Ave Maria

Ave Maria meu Deus,
Nunca vi casa nova cair
Nunca vi casa nova cair
Nunca vi casa nova  cair
Ave Maria meu Deus,
Nunca vi casa nova cair
Nunca vi meu Mestre cair
Nunca vi casa nossa cair
Ave Maria meu Deus,
Nunca vi casa nova cair

São Bento me chama

Ai ai ai ai São Bento me chama
Ai ai ai ai
São Bento chamou
Ai ai ai ai
Berimbau, agogo
Ai ai ai ai
Capoeira de Angola
Ai ai ai ai

Santa Barbara de Relampue

O Santa Barbara de Relampué,
O Santa Barbara de Relampua
O Santa Barbara de Relampué,
O Santa Barbara de Relampua
E Relampue, de Relampuá
O Santa Barbara de Relampué,
O Santa Barbara de Relampua
De Relampue de Relampuá
O Santa Barbara de Relampué,
O Santa Barbara de Relampua

Beira mar

Beira mar oio, beira mar aia
Beira mar oio, beira mar aia
Beira mar, beira mar
É de oio
Beira mar, beira mar
É de aia


Na beira do mar Cereia cantou (Mestre Sombra)

E na beira do mar cereia cantou
E na beira do mar Capoeira jogou
E na beira do mar cereia cantou
E na beira do mar berimbau tocou
E na beira do mar cereia cantou

A Mare subiu (Mestre China)

A Mare subiu
Sobe Mare
A Mare desceu
Desce Mare
E de Mare, e de Mare
Vou pra ilha de Mare

Na areia, na areia, na areia do mar (Formado Manel)

Oh na areia, na areia, na areia do mar
Capoeira de angola aprendi a jogar
Oh na areia, na areia, na areia do mar
Eu fix minha viola chorar
Oh na areia, na areia, na areia do mar
Nessa roda menino eu vou vadiar
Oh na areia, na areia, na areia do mar

Eh de yo yo, eh de ya ya

Eh de yo yo
Eh de ya ya
Capoeira de Angola jogar, na beira do mar
Eh de yo yo
Eh de ya ya
Capoeira de Angola jogar, na beira do mar
Eh de yo yo
Eh de ya ya


Vamos apanha areia

Vamos apanha areia
Vamos apanha areia do mar
Vamos apanha areia do mar
Vamos apanha areia do mar
Vamos apanha areia
Vamos apanha areia do mar

Sou eu Humaita

Sou eu Humaita
Sou eu Humaita, sou eu
Sou eu Humaita
Sou eu Humaita, sou eu

E o inganga (Mestre Moraes)

É, o, é o inganga, vamos louvar Saraganga, o inganga
vamos louvar Saraganga, o inganga, vamos
louvar Saraganga, o inganga
É, o, é o inganga, vamos louvar Saraganga, o inganga

Veneno da cobra (Mestre Tony Vargas)

Se o veneno da cobra se espalhou
E o caboclo não morre viciou
Se o veneno da cobra se espalhou
O caboclo não morre viciou


Devagar, devadarinho

Devagar, devagarinho
O mestre mandou jogar devagarinho
Devagar, devagarinho
O mestre mandou devagar, devagarinho
Devagar, devagarinho

Idalina

Tira daqui bota ali
Idalina
Tira dela boca ca
Idalina

A bananeira caiu

Mas o façao bateu em baixo
A bananeira caiu
Mas o façao bateu em baixo
A bananeira caiu
Cai, cai, cai bananeira
A bananeira caiu
Cai, cai, cai, cai, cai bananeira
A bananeira caiu

Adeus Sereia

Adeus adeus
Sereia
Eu vou embora
Sereia
Eu vou ver senhor
Sereia
Eu vou ver senhora
Sereia


Toma cuidado menino (Professor Fabinho)

Toma cuidado menino, essa cobra te morde
E cobra venenossa, com ela tu nao pode

Toma cuidado menino, essa cobra te morde
E cobra venenossa, com ela tu nao pode

Na Bahia eu vi (Mestre Roberval)

Na Bahia eu vi Capoeira de Angola ioio
Na Bahia eu vi Capoeira de Angola iaia

Na Bahia eu vi Capoeira de Angola ioio
Na Bahia eu vi Capoeira de Angola iaia

Na Bahia eu vi Mestre Pastinha ioio
Na Bahia eu vi Mestre Traira iaia

Na Bahia eu vi Capoeira de Angola ioio
Na Bahia eu vi Capoeira de Angola iaia

Na Bahia eu vi Mestre Canjiquinha ioio
Na Bahia eu vi Mestre Virgilio iaia

Na Bahia eu vi Capoeira de Angola ioio
Na Bahia eu vi Capoeira de Angola iaia

Quando a lua brilhar

Quando a lua brilhar, depois do sol esconder
Sereia canta no mar, o ia ia, Angoleiro venha ver
Venha ver, venha ver, venha ver pra poder aprender
Quando a lua brilhar, o ia ia, depois do sol esconder
Quando a lua brilhar, depois do sol esconder
Sereia canta no mar, o ia ia, Angoleiro venha ver
Venha ver, venha ver, venha ver pra poder aprender
Sereia canta no mar, o ia ia, depois do sol esconder
Quando a lua brilhar, depois do sol esconder
Sereia canta no mar, o ia ia, Angoleiro venha ver
Venha ver, venha ver, venha ver pra poder aprender
Quando a lua brilhar, o ia ia, Angoleiro venha ver

Berimbau

El berimbaus crear una corriente y una vibración que, con las palmas de las manos, los canticos…

Agogô

Su entrada en Brasil ocurrió con la llegada de los negros africanos. Incluyendo agogô palabra es de origen Nago y significa campana…

Atabaque

Instrumento de origen árabe, que fue introducido en África por los comerciantes que entran en el continente a través de los países del norte, como Egipto..

Reco-Reco

Se cree en su origen africano, como siempre se ha relacionado con las manifestaciones afro-brasileñas…

Origen de los Instrumentos

Música